Juíza de Embu cassa mandato de Ney e Peter

Por Redação Online

A juíza Tatiana Teixeira Jorge cassou o prefeito de Embu das Artes Ney Santos e do vice-prefeito Peter Calderoni por uso de recursos ilícitos na campanha de 2016.
A decisão publicada nesta semana julgou procedente o pedido do Ministério Publico que entrou em dezembro de 2016 com uma investigação judicial eleitoral. Na decisão a juíza os declara “inelegíveis” para as eleições dos próximos 8 anos.
“Por todo exposto, julgo PROCEDENTE a representação e declaro os representados (sigiloso) inelegíveis para as eleições a se realizarem nos 8 (oito) anos subsequentes à eleição em que se verificaram os abusos, bem como determino a cassação definitiva dos registros, diplomas e, consequentemente, dos mandatos. Com o trânsito em julgado, proceda-se o necessário”, traz parte da sentença que foi publicada pelo site Jornal na Net

Em Nota, Ney e Peter, afirmam que vão recorrer no cargo e que irão recorrer em outras instancias.
“Me sinto mais uma vez perseguido pelo poderosos da minha própria cidade, mas continuarei trabalhando para honrar os 79% dos votos válidos que o povo me confiou, o ódio não vai vencer a esperança.” disse o prefeito Ney Santos, através da nota.

Veja a nota abaixo!

Nota de Esclarecimento:

O prefeito Ney Santos e seu vice, dr. Peter Calderoni, continuam no cargo e irão recorrer com recursos cabíveis em outra instância.
Respeitamos a decisão da Justiça Eleitoral de Embu das Artes, porém entendemos que a decisão foi errônea, pois não fala efetivamente sobre o pleito.
Salientamos que:
– As contas de campanha do prefeito Ney Santos foram todas aprovadas sem ressalvas;
-Os doadores de campanha tinham capacidade legal de fazer doações;
-Quase a totalidade dos gastos de campanha vieram de fundo partidário;
-Nenhum recurso transitou por fora da conta corrente de campanha;
– O prefeito Ney Santos se ateve estritamente aos limites legais.
Do ponto de vista eleitoral, a sentença está baseada em ilações e não aponta nada de concreto que demonstre a existência de caixa dois ou algum outro abuso.

“Me sinto mais uma vez perseguido pelo poderosos da minha própria cidade, mas continuarei trabalhando para honrar os 79% dos votos válidos que o povo me confiou, o ódio não vai vencer a esperança.” disse o prefeito Ney Santos.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.