TJ-SP autoriza festival sertanejo no centro de Embu, mas com vistoria dos Bombeiros

O Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar para realização do Embu Country Fest no centro de Embu das Artes, nesta quinta-feira (13), quando começa o festival, com os sertanejos Zé Neto e Cristiano como show principal – as atrações seguem até domingo (16). O evento estava proibido de acontecer na rua Domingos de Pascoal, no “coração” de Embu, por ordem judicial de primeira instância por falta de infraestrutura viária e “mínima condição de segurança”.

No agravo, o juiz Marcelo Theodósio “recebe o recurso com efeito suspensivo, para que seja autorizada a realização do evento (Embu Country Fest), bem como a expedição do alvará de funcionamento pela prefeitura, desde que agravante cumpra os requisitos previstos em lei, as exigências da Polícia Militar para que ocorra o efetivo policiamento no evento […] e apresente o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros)”. Mas o AVCB ainda não foi obtido, apurou o VERBO.

Na madrugada de hoje, no comentário de reportagem do VERBO sobre a decisão da juíza em proibir, a organização chegou a anunciar que a festa estava cancelada: “No próprio site já está confirmado o cancelamento do evento e estão providenciando nova data. É só acessar pra conferir: http://www.embucountryfest2018.com“. O link trazia arte de divulgação com a palavra “Cancelada” e “Dia cancelado” sobre os dias 13, 14 e 15 e “A confirmar” sobre dia 16.

Abaixo do banner com imagens das atrações, o aviso dizia: “Por motivo de segurança, o evento Embu Country Fest é adiado. A organização do evento entrará em contato para divulgação de novas datas ou devolução do dinheiro”. No entanto, conforme apurou a reportagem, a organização teria contratado um advogado de Ney Santos Produções para conseguir uma liminar da Justiça em São Paulo e aguardava a resposta, na expectativa de ter liberação ao evento.

No agravo, o juiz Marcelo Theodósio “recebe o recurso com efeito suspensivo, para que seja autorizada a realização do evento (Embu Country Fest), bem como a expedição do alvará de funcionamento pela prefeitura, desde que agravante cumpra os requisitos previstos em lei, as exigências da Polícia Militar para que ocorra o efetivo policiamento no evento […] e apresente o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros)”. Mas o AVCB ainda não foi obtido, apurou o VERBO.

Na madrugada de hoje, no comentário de reportagem do VERBO sobre a decisão da juíza em proibir, a organização chegou a anunciar que a festa estava cancelada: “No próprio site já está confirmado o cancelamento do evento e estão providenciando nova data. É só acessar pra conferir: http://www.embucountryfest2018.com“. O link trazia arte de divulgação com a palavra “Cancelada” e “Dia cancelado” sobre os dias 13, 14 e 15 e “A confirmar” sobre dia 16.

Abaixo do banner com imagens das atrações, o aviso dizia: “Por motivo de segurança, o evento Embu Country Fest é adiado. A organização do evento entrará em contato para divulgação de novas datas ou devolução do dinheiro”. No entanto, conforme apurou a reportagem, a organização teria contratado um advogado de Ney Santos Produções para conseguir uma liminar da Justiça em São Paulo e aguardava a resposta, na expectativa de ter liberação ao evento.

ALCEU LIMA
Especial para o VERBO ONLINE, em Embu das Artes

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.