Comissão de Ética do Conselho Municipal de Saúde de Taboão da Serra acolhe denúncia contra o atual presidente do órgão


Em carta, conselheira pede apuração de responsabilidades técnicas e éticas. Com 10 votos favoráveis, denúncia foi recebida e presidente tem 10 dias para apresentar defesa

A Comissão de Ética do Conselho Municipal de Saúde (CMS) de Taboão da Serra acolheu na quarta-feira, 25/08, denúncia protocolada pela conselheira Edna Trindade Pires contra o atual presidente do órgão, Ledivan Lopes Seabra. A conselheira pede que sejam apuradas as responsabilidades técnicas e éticas do presidente por “conduta incompatível”.

Edna Trindade acusa Ledivan Lopes de “conduta incompatível com a imagem e reputação, com ameaças de destituição de membros, sem amparo legal e do regimento interno em vigor”. Dentre outras acusações, na carta, a conselheira também solicita à Comissão de Ética para que seja investigado o uso de informações privilegiadas por parte do atual presidente para benefício próprio e de parentes.

O documento, recebido antes do início da 42º Reunião Ordinária no Parque das Hortênsias, foi lido para o colegiado e colocado em votação. Com 10 votos favoráveis, a denúncia foi recebida em desfavor do presidente.

Segundo a Comissão de Ética, composta pelos conselheiros Edneuza Pereira da Silva, pela 1ª Secretária Arlete Matos dos Santos e pelo 2º Secretário Edson Jerônimo de Souza, Ledivan Lopes têm 10 (dez) dias para apresentar defesa. Nesse período Lopes está preventivamente afastado do Conselho, bem como das funções como presidente do órgão.

Por Secom PMTS Foto: SECOM/PMTS

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.