Taboão da Serra entrega kits educacionais e de alimentos para alunos da Rede Municipal


A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra iniciou no final do mês de maio e segue neste início de junho a entrega de kits pedagógicos para os 30 mil alunos da Rede Municipal de Ensino. Além da entrega dos kits educacionais estão sendo distribuídos kits de alimentação, de material escolar e de uniformes. 

A entrega de kits de uniformes e de material escolar começou no dia 3 de março.  Porém, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as aulas e entregas foram suspensas temporariamente. 

Os kits pedagógicos contém apostila de apoio para cada série, 12 livros do Projeto Leitura (antigo Jovens Leitores) e um kit com materiais da metodologia Mind Lab (Mente Inovadora). Além dos kits, os alunos de Taboão da Serra também contam com a plataforma EducaOnline (https://www.educataboao.com.br/educa-online) onde são disponibilizadas atividades semanais.  

“Os materiais fazem parte da nossa proposta de atividades para os alunos nesse momento de estudos remotos. O desenvolvimento das atividades ajuda a manter os estudantes motivados a continuarem seus estudos durante a quarentena”, explica o secretário municipal de Educação, Professor João Medeiros.

Para evitar aglomerações as escolas estão agendando horários diferentes para cada turma. A orientação é só vá até a escola um responsável por aluno, que a pessoa use máscara e mantenha o distanciamento físico dos demais. 

Kits de Alimentação

Em conformidade com a Lei Federal 13.987/2020, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia está distribuindo “Kits de Alimentação” para todos os alunos da Rede Municipal de Ensino. 

A compra dos kits foi feita com verba do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) que originalmente é destinada para aquisição da merenda escolar.  O valor total da verba foi dividido pelo número de alunos e o resultado desse quociente foi utilizado como base para compra dos alimentos e montagem dos kits. Cada kit contém arroz, feijão, óleo, pó de café e fubá e custaram R$31,80 cada. 

Vale ressaltar que as famílias em situação de extrema pobreza e vulnerabilidade social estão recebendo cestas básicas da Secretaria de Assistência Social e Cidadania através dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS).


Por Vera Sampaio

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.