78 pacientes de Taboão com coronavírus já se curaram, diz Secretaria de Saúde

Apesar de Taboão da Serra registrar o maior número de mortes por covid-19 da região, quase 80 moradores infectados pelo novo coronavírus que passaram pelas unidades municipais reservadas para atendimento de casos da doença já se curaram, informou o governo municipal na quinta-feira (23). Um mês depois de decretar estado de calamidade na cidade por conta da pandemia, o prefeito Fernando Fernandes (PSDB) fez um balanço das ações.

Quando Taboão tinha apenas um caso confirmado de covid-19 e ainda nenhuma morte, Fernando determinou no dia 21 de março, a partir das 19h, o fechamento de todos os comércios e prestadores de serviço, inclusive bares e casas noturnas, sob pena de cassação do alvará em caso de descumprimento. Autorizou o funcionamento dos comércios essenciais, porém, com advertência de evitar aglomerações, disponibilizar álcool em gel e redobrar a limpeza.

Na entrevista à imprensa, no gabinete do prefeito, ao lado de Fernando, a secretária de Saúde informou que o hospital de campanha já tinha atendido mais de mil pessoas e divulgou pela primeira vez o número de pacientes recuperados. “Considerando que a doença tem 14 dias de ocorrência, e pensando que não posso falar das pessoas que se contaminaram nos últimos 14 dias, eu tenho 78 pessoas consideradas curadas”, disse Raquel Zaicaner.

“Hoje falamos 78 [pacientes curados]. Esse número muda sempre”, disse Raquel ao VERBO horas depois da entrevista. Até a manhã da quinta-feira, Taboão registrava 18 óbitos, 150 munícipes infectados, 162 casos suspeitos e 206 descartados – total de 536 notificações. Na noite desta segunda-feira (27), Fernando anunciou mais um óbito, o vigésimo, e ainda 162 casos confirmados e 172 suspeitos, além de 234 descartados – 586 notificações ao todo.

Os pacientes de Taboão da Serra com covid-19 estão sendo atendidos no hospital de campanha e na UPA Akira Tada. Na entrevista, Raquel disse ainda que até a manhã de quinta-feira o hospital de campanha já tinha atendido 1.067 pessoas, em pouco mais de 15 dias de funcionamento. “Das mais de mil pessoas que foram atendidas no hospital de campanha, 55 ficaram internadas, temos tido uma média de 16 pessoas internadas por dia”, disse a secretária.

Também nesta segunda, Fernando atualizou as informações do atendimento na unidade. “Nosso hospital de campanha, que começou a funcionar em 6 de abril, já atendeu mais de 1.500 pessoas: 60 ficaram internadas e, graças a Deus, 35 tiveram alta. Infelizmente, 16 apresentaram piora do quadro e precisaram ser transferidas”, disse. Ele destacou ainda entre as ações contra a pandemia a higienização de vias públicas e a distribuição de máscaras.

SERVIÇO
Hospital de campanha para enfrentamento ao coronavírus – covid-19 em Taboão da Serra
Estrada das Olarias, 670 (onde funcionava o Ser), Jardim Guaciara (região do Pirajuçara)
Atendimento de domingo a domingo, 24 horas

Por ADILSON OLIVEIRA, Especial para o VERBO ONLINE, em Taboão da Serra

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.