Audiência Pública de Saúde presta contas do 1º quadrimestre de 2019 em Taboão

De janeiro a abril, a Prefeitura investiu mais de R$ 43 milhões na área da saúde

Foi realizada na manhã de segunda-feira, 03/06, Audiência Pública da Comissão Permanente de Educação, Saúde Pública e Assistência Social com o objetivo de apresentar os valores investidos no 1º quadrimestre de 2019 na pasta da saúde.

O vereador Alex Bodinho, vice-presidente da Comissão presidiu a Audiência. A gestora da pasta da saúde de Taboão da Serra, acompanhada de servidores, apresentou o investimento dos quatro primeiros meses do ano. “Foram aplicados na saúde de Taboão da Serra R$ 43.109.353,40 milhões, correspondentes a 23,06% do orçamento. Constitucionalmente o município tem obrigação de aplicar 15% na saúde e nosso histórico de investimento é sempre superior, chegando até 36%”, informou Raquel Zaicanner.

A secretária detalhou cada investimento e os setores. Apresentou que foram realizadas 793.343 consultas, procedimentos e visitas no 1º quadrimestre e destacou que só o Centro de Especialidades médicas mais de 21 mil pessoas passaram por consultas médicas.

Outro serviço citado pela gestora de saúde foram os atendimentos feitos no Centro de Referência da Mulher, segundo Zaicanner 17.371 mil procedimentos foram realizados com destaque para a ultrassonografia que no 1º quadrimestre somam 13.572 mil.

Nos serviços de emergência, o pronto socorro Antena, UPA Akira Tada e o Pronto Socorro Infantil fechou o quadrimestre com o atendimento de 164.540 mil pessoas. Internações no PSI e Antena foram mais de 1.500 pacientes.  

Avaliando o 1º quadrimestre positivamente, a secretária colou que mesmo com a crise que assola o país, Taboão da Serra mantém o investimento na área da Saúde e que com o empréstimo aprovado pelos vereadores de R$ 30 milhões, será possível ampliar a UBS Margaridas, reformar e ampliar o Centro de Especialidades Médicas, além de construir novas unidades básicas de Saúde.

O vereador Alex Bodinho justificou que o presidente da comissão, vereador Dr. Eduardo Nóbrega não pode comparecer por motivos de saúde e encerrou a audiência concluindo que a prestação de contas feitas pela secretária foi muito clara e agradeceu a presença dos servidores da saúde e representantes do Conselho Municipal de Saúde.

Próxima audiência

Na segunda-feira, 10/06, às 10h, será realizada Audiência Pública da Comissão de Finanças e Orçamentos para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Por Assessoria da CMTS

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.