Centro de Mídias SP é premiado em concurso internacional

Sétima edição do Prêmio Governarte reconheceu a iniciativa, que segue levando conhecimento a alunos da rede estadual durante a pandemia

O Centro de Mídias SP foi reconhecido como uma das seis melhores iniciativas inovadoras de governos subnacionais da América Latina e do Caribe. O concurso, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), está em sua sétima edição e reuniu cerca de 130 boas práticas em dezenas de países.

Neste ano, a premiação destacou o uso de ferramentas digitais no contexto da Covid-19. O Centro de Mídias SP, criado em abril pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, foi avaliado por especialistas internacionais em quesitos como inovação e inclusão social, já que tem sido fundamental para o acompanhamento e aprendizado dos alunos durante a pandemia.

Os estudantes assistem aos conteúdos através da TV aberta, em transmissões ao vivo pela internet e por meio de aplicativos em que podem realizar atividades e os quais acessam por meio de dados patrocinados, ou seja, mesmo que não tenham franquia de internet.

“É muito emocionante ver um trabalho que é feito em equipe e com o objetivo de chegar a cada aluno da nossa rede receber um destaque tão importante. Espero que possamos servir de inspiração e outros lugares também consigam implementar ações desse tipo.”, conta a coordenadora do Centro de Mídias, Bruna Waitman.

A cerimônia de premiação vai acontecer online, na próxima quarta-feira (9). Para o secretário da Educação Rossieli Soares, esse é um exemplo de iniciativa que deve continuar mesmo após o fim da pandemia.

“Além de todos os conteúdos que os nossos professores disponibilizaram, o Centro de Mídias também trouxe muito aprendizado para nós. Estar perto do aluno sempre foi a nossa filosofia e com um exemplo que deu tão certo, o trabalho será contínuo”, disse.

Mais sobre o Centro de Mídias 

O CMSP foi inaugurado em abril para garantir que os alunos pudessem continuar a acompanhar as aulas, mesmo com a suspensão das atividades presenciais. 

Ele reúne dois aplicativos, um para alunos da educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental, e outro para anos finais do ensino fundamental, ensino médio e EJA, e mais dois canais abertos de TV.

Há conteúdos de todas as disciplinas e destinados aos alunos de todos os ciclos de ensino matriculados na rede estadual. Pelos apps, os alunos podem acompanhar aulas ao vivo e interagir com os professores e colegas.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.