Chuva forte faz nível de mananciais subir na Grande São Paulo

Por Agencia Brasil
A chuva forte de ontem (8) na capital paulista e em várias cidades do estado de São Paulo aumentou o nível de todo os mananciais que abastecem a população na região metropolitana. No Cantareira, por exemplo, o nível passou de 11,6% para 11,9% de sua capacidade total, segundo informações da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).
Entre ontem e hoje (9), choveu cerca de 45,8 milímetros no sistema, mais da metade do que é esperado para todo o mês (86,6 mm). Mesmo assim, o nível do sistema é crítico, já que ele ainda opera no volume morto.
Considerando a cota do volume morto, o sistema passou de 15% para 15,4%, primeira elevação desde o dia 27 de julho.
Já o Sistema Alto Tietê, outro dos mais críticos da região, passou de 13,1% para 13,8%. O nível do Guarapiranga subiu de 67,2% para 70,7%. O Alto Cotia cresceu de 52,3% para 56,3%, enquanto o Rio Grande e o Rio Claro, subiram, respectivamente, de 80,2% para 83,9% e de 57% para 58,5%.
De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) de São Paulo, ontem foi considerado o dia mais chuvoso do ano na capital paulista. O acumulado médio de chuvas para o dia somou 69,3 milímetros, superior ao esperado para todo o mês de setembro, que é de 67 mm.
A previsão do CGE é de chuvas fracas amanhã (10). Já na sexta-feira (11), a chegada de uma nova frente fria deve provocar pancadas de chuva na região metropolitana de São Paulo.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.