Covas é afastado por 30 dias para tratamento médico


Neste domingo, 2, a Prefeitura de São Paulo por meio de nota informou que o prefeito em exercício, Bruno Covas, vai pedir licença de 30 dias para a Câmara Municipal para fazer tratamento médico.

” Obrigado a todos. O apoio e carinho que recebo é essencial para superar os desafios que venho enfrentando. Com força, foco e fé, venceremos”, declarou Covas em suas redes sociais.

Covas tem câncer e com o surgimento de novos focos precisara de dedicação integral que “não será compatível com as suas responsabilidades e compromisso com a cidade e os paulistanos”.

O afastamento é viável devido aos artigos 65 e 66 da lei orgânica do município.

Veja abaixo a nota oficial:

“Nota oficial:

Prefeitura informa que o prefeito Bruno Covas vai pedir licença por 30 dias para tratamento médico

A Prefeitura de São Paulo, por meio das Secretarias de Governo e Especial de Comunicação, informa que, diante da necessidade de dedicação exclusiva ao tratamento médico neste momento, o prefeito Bruno Covas pedirá licença de 30 dias à Câmara Municipal e o cargo será exercido pelo vice-prefeito Ricardo Nunes.

 Desde que recebeu o diagnóstico da enfermidade, Covas adotou total transparência em respeito à população.

 Com o surgimento de novos focos, o Prefeito de São Paulo precisará de dedicação integral ao tratamento e entende que não será compatível com as suas responsabilidades e compromisso com a cidade e os paulistanos.

 Diante do exposto, o ofício com o pedido de afastamento por 30 dias será enviado nesta segunda-feira, 03/05, com base nos Artigos 65 e 66 da Lei Orgânica do Município.

De Secretaria Especial de Comunicação”

Por Redação Online

Foto: Diário do Nordeste/ Rovena Rosa -Agência Brasil

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.