COVID-19: Dose de reforço suspensa até 15 de setembro

Nesta quarta-feira, 8, a Prefeitura de Taboão da Serra juntamente com o colegiado de municípios vizinhos decidiu por suspender a vacinação de reforço contra a COVID-19, até 15 de setembro que é quando está prevista a entrega das doses do imunizante da Pfizer pelo Ministério da Saúde.

Caso não sejam entregues os imunizantes da Pfizer a SMS seguirá a recomendação do Governo Estadual e fará a aplicação das doses de reforço com o imunizante Coronavac.

A vacinação dos demais públicos está mantida.

Veja abaixo a nota.

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA DE TABOÃO DA SERRA 

A Prefeitura de Taboão da Serra, em conjunto com o colegiado de municípios (Embu das Artes, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu Guaçu, Cotia e Vargem Grande Paulista) definiu que a aplicação da dose de reforço contra a Covid-19 ficará suspensa até o dia 15 de setembro, data em que está prevista a entrega de mais doses do imunizante da Pfizer por parte do Ministério da Saúde.

Caso os imunizantes não sejam entregues até a o dia 15/09, a Secretaria Municipal de Saúde seguirá a orientação do Governo Estadual e fará a aplicação das doses de reforço com o imunizante Coronavac.

A decisão de não realizar neste momento a aplicação da terceira dose ou dose de reforço foi tomada após impasse entre o Ministério da Saúde e o Governo do Estado de São Paulo sobre qual imunizante pode ser utilizado.

A vacinação dos demais públicos (adolescentes com mais de 12 anos e segunda dose do público em geral e dos profissionais de educação de 18 a 44 anos) segue normalmente em Taboão da Serra.

Por Redação Online / Foto: PMTS

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.