Câmara Municipal irá abrir CEI para investigar utilização dos recursos gastos no combate à Covid-19


Os vereadores da Câmara Municipal de Taboão da Serra apresentaram nesta terça-feira, dia 20, um requerimento solicitando a abertura de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para investigar possíveis fraudes e irregularidades na utilização das verbas direcionadas ao combate à Covid-19.

No pedido, assinado pelos 13 vereadores, a CEI terá 120 dias para realizar a investigação. “Há indícios também que possivelmente, como forma de destinar os recursos recebidos para o enfrentamento da pandemia provocada pelo Sars Cov2 para outros fins, que não seja a destinação legal para tal verba e também considerando que até o momento não houve prestação de contas por parte da SPDM”, diz trecho do requerimento.

A Associação Paulista para Desenvolvimento da Medicina (SPDM) gerenciou o hospital de campanha em Taboão da Serra, que foi montado para atender pacientes com Covid-19 no prédio do SER (Serviço Especializado de Reabilitação). Os vereadores querem investigar, entre outras ações, os custos e gastos com a unidade provisória. 

O próximo passo para a formalização da CEI é a indicação dos cinco membros que farão parte da comissão, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

O vereador André Egydio, autor do pedido que motivou a abertura da CEI, disse que a Câmara Municipal irá realizar uma ampla investigação. “Temos 120 dias e podemos prorrogar por mais 120, queremos saber como esses recursos foram investidos durante a pandemia, queremos uma posição da SPDM que precisa mostrar a prestação de contas do que foi gasto com o Hospital de Campanha, enfim, são muitas questões que essa CEI vai esclarecer”.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.