Dois são presos por derrubar muro de casa noturna fechada na sexta (16)


Nesta terça-feira, 20, a Policia Civil prendeu dois homens acusados de derrubar um muro que lacrava uma casa noturna em Taboão da Serra e que, ainda, apresentou um documento falso para os policiais.

“Os dois proprietários da casa rasgaram o documento que foi colocado de interdição da casa. Uma falta de respeito não só com as pessoas que estão trabalhando com a função de salvar vidas como, como com a secretaria de segurança de Taboão com a polícia daqui e com a guarda e a força tarefa toda. […] Você que está fazendo festa clandestina não faça porque a força tarefa está na rua”, declarou o deputado Alexandre Frota.

A operação foi acompanhada pela Policia Civil, o secretário de transportes Dr José Vanderlei dos Santos, GCM, ROMU, GOE e pelo deputado Alexandre Frota que tem atuado no fechamento de bares e casas noturnas durante a pandemia.

Comitê de Blitz flagra mais de 400 pessoas aglomeradas em Taboão da Serra

O deputado Alexandre Frota explicou que a Casa já tinha sido fechada na quinta-feira, pois tinha 600 pessoas no local.

Foi colocado um muro e um papel informando a interdição do local, porém a polícia pegou em flagrante dois homens fazendo a abertura da casa nesta terça-feira. Agora, a fachada será emparedada e o portão chumbado para evitar uma nova tentativa de abertura.

“Quinta feira estivemos aqui. A casa tinha 600 pessoas. Não tem alvará de funcionamento, não tem AVCB, não tem inscrição municipal na cidade, não tem saída de emergência, não tinha 1 extintor de incêndio, não tinha ventilação funcionando, não tinha nada”, declarou Frota.

O delegado que acompanhou o caso disse “é a boate Kiss do Taboão da Serra”.

A ação aconteceu devido ao  Comitê de Blitz receber 173 denúncias sobre os eventos que aconteciam durante a pandemia no estabelecimento.

Por Redação Online

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.