Embu-Guaçu registra mais duas mortes por covid-19 e passa a ter 4 óbitos; taxa de letalidade dispara

Embu-Guaçu registrou na sexta-feira (17) mais duas mortes por covid-19 e passa a contar quatro óbitos de munícipes pelo novo coronavírus. Ao VERBO, a secretária municipal de Saúde, Maria Dalva, confirmou que as novas vítimas fatais da doença são dois homens, de 82 e 86 anos, que estavam internados em hospitais públicos – não informou quais. Agora, a taxa de letalidade do município, que já era alta (25%), disparou para 36,4% – aumento de 46%.

Na sexta, quando registrou os dois óbitos, a prefeitura confirmava 11 munícipes infectados pelo coronavírus, número que se manteve nos boletins de sábado, domingo e desta segunda (20). Com quatro mortes e 11 casos confirmados, Embu-Guaçu passa a ter letalidade por covid-19 de 36,4% – 478% a mais do que a taxa do país, de 6,3% (40.581 casos e 2.575 mortes) e 413% a mais do que o índice do Estado de São Paulo, de 7,1% (14.580 confirmados e 1.037 óbitos).

Embu-Guaçu tem a terceira maior taxa de letalidade por covid-19 da região, antes vêm São Lourenço da Serra (um caso, uma morte – 100%) e Juquitiba (dois casos, uma morte – 50%). Embu das Artes tem mortalidade de 14,3% (49 casos e sete mortes). Taboão da Serra é a cidade com mais mortes pelo novo coronavírus, 12. No entanto, com 126 munícipes infectados, apresenta taxa de 9,5%. Itapecerica da Serra tem a menor taxa, de 4,2% (48 casos, dois óbitos).

A Secretaria de Saúde não informou os bairros das duas novas vítimas da covid-19 – os outros dois munícipes que morreram da doença residiam no centro e Jardim Campestre, de acordo com a Vigilância Epidemiológica. A pasta informa também que Embu-Guaçu tem outros 83 casos suspeitos de coronavírus – na quinta-feira, quando ainda registrava dois óbitos, a cidade tinha 71. O boletim municipal aponta ainda que 33 notificações foram descartadas.

CORREÇÃO – Diferentemente do publicado, Embu-Guaçu tem a terceira maior taxa de letalidade pelo novo coronavírus na região – antes vêm São Lourenço da Serra e Juquitiba -, informação já corrigida na reportagem.

Por ADILSON OLIVEIRA, Especial para o VERBO ONLINE, em Embu-Guaçu

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.