*História da Cooperativa Habitacional Vida Nova e do ex-presidente Aprígio vai virar livro*


*“De Vidas Secas à Vida Nova: Da função social a financeirização do Cooperativismo Habitacional no Brasil”, obra será baseada em uma tese de Doutorado em Ciências Sociais*

Uma tese de Doutorado em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), autoria de Mário Jorge da Silveira Junqueira com o título “De Vidas Secas à Vida Nova: Da função social a financeirização do Cooperativismo Habitacional no Brasil” vai virar livro. A obra contará a história da Cooperativa Habitacional Vida Nova e também a trajetória do ex-presidente, José Aprígio da Silva. A previsão de conclusão do livro é até o final do ano.

De acordo com o escritor Mário Jorge, a história consolidada dos 25 anos de fundação da Cooperativa Habitacional Vida Nova e de Aprígio merecem ser transformada e compartilhada através da obra literária. “O livro irá abordar eixos na economia solidária, cooperativismo geral e a relação com o mercado imobiliário. O que me chama atenção é a união para um bem comum para resolver o problema comum da habitação”, revelou.

Mário Jorge conta que a primeira parte do livro será sobre a vida do ex-presidente Aprígio, desde a saída de sua terra natal em Minador do Negrão, no Estado de Alagoas, que justifica o título: “De Vidas Seca a Vida Nova” trazendo detalhes da difícil vida no sertão do nordeste até a superação, sucesso e consolidação da Cooperativa Vida Nova.

A segunda parte do livro aborda a função social, ajudar as pessoas na financeirização do mercado imobiliário.

A Cooperativa Habitacional Vida Nova foi fundada em 1996 e tem credibilidade sólida. Atualmente são mais de 14 mil associados, distribuídos em 18 grupos habitacionais, 10 deles já construídos em Taboão da Serra. Os outros oito grupos serão construídos em Embu das Artes.

Nessas duas décadas, foram contempladas quase oito mil famílias. São 10 empreendimentos habitacionais construídos em 51 torres, um Centro Empresarial com hotel, 384 salas comerciais e um shopping, o Taboão Plaza Outlet.

Além da confiança no trabalho realizado, a qualidade, preços até 60% abaixo do mercado imobiliário e facilidades, são diferenciais que demonstram a missão da Cooperativa Habitacional Vida Nova, que é realizar o sonho da casa própria e a esperança para quem busca moradia de qualidade a um preço justo.

A Cooperativa já gerou mais de 10 mil empregos, impulsionando o crescimento econômico de Taboão da Serra e agora pretende fazer o mesmo nos empreendimentos em Embu das Artes (SP), prevendo gerar 40 mil empregos.

Em 2021, José Aprígio da Silva se licenciou do cargo de presidente da Cooperativa Habitacional Vida Nova para assumir o cargo de Chefe Executivo de Taboão da Serra.

*Sobre o autor:*

Mário Jorge da Silveira Junqueira Doutor em Ciências Sociais e Mestre em Ciências Sociais, com concentração de pesquisa em Antropologia, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUC/SP, MBA em Governança de Tecnologia da Informação pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo-IPT/USP (2007), Bacharel em Sistemas de Informação, Tecnólogo em Sistemas para Internet e Eletrotécnico pelo CEFET/RJ-Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca. Autor de artigos e do livro: Gestão Estratégica da Qualidade, para o curso de Gestão da Qualidade – EaD da Universidade Paulista. Faz parte do Instituto de Pesquisa Observatório das Metrópoles, vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

Por Assessoria da PMTS

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.