Prefeitura relata 6ª morte de morador de Taboão por covid-19, homem de 63 anos

Um homem de 63 anos é a sexta morte de morador de Taboão da Serra por covid-19, informou a prefeitura na manhã desta terça (7). Ele estava internado na capital, no Hospital das Clínicas. Entre as justificativas para a extensão da quarentena, até 22 de abril, o governo do Estado relatou nesta segunda que o avanço da doença já está lotando hospitais e citou que o HC estava atendendo 220 pacientes suspeitos e confirmados, dos quais 110 estavam na UTI.

O idoso tinha doença cardíaca, como os dois primeiros óbitos de moradores pelo novo coronavírus, de uma mulher de 84 anos, confirmado em 24 de março, e de um homem de 50, relatado na quinta (2). As outras mortes são de um homem de 77, com doença renal, um de 39, obeso, registradas na sexta (3), e outro de 68, sem informação de doença preexistente, computado no sábado (4). Morreram uma mulher e cinco homens, quatro em hospitais públicos.

A contabilização das mortes de moradores de Taboão por coronavírus pela prefeitura está à frente do registro do governo do Estado. Nesta segunda, quando a Secretaria Municipal de Saúde confirmava cinco mortes, a pasta estadual divulgava três. Segundo a prefeitura, Taboão contabiliza ainda 59 pacientes com covid-19 e 295 casos suspeitos – ontem, eram 54 e 274, respectivamente. Outras 74 notificações de possível infecção foram descartadas.

ALCEU LIMA
Especial para o VERBO ONLINE, em Taboão da Serra

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.