Quatro casas e prédio de 67 apartamentos são interditados após deslizamento em Taboão

A Defesa Civil interditou quatro casas que tiveram deslizamento e o prédio de 67 apartamentos que foi atingido por parte das construções dos imóveis, no Parque Assunção, região central de Taboão da Serra, na tarde desta terça-feira (4). Os fundos dos sobrados, que têm a frente para a rua das Magnólias, desmoronaram em cima do condomínio que fica embaixo, na rua das Camélias. Apesar de duas residências ficarem “dependuradas”, ninguém ficou ferido.

Um muro separava as casas do prédio, mas virou escombro com o deslizamento. O incidente aconteceu depois da chuva que caiu durante a madrugada, mas pode ter tido outra causa. “No fundo dessas casas havia duas piscinas, ninguém sabe quem construiu, se tem laudo. A questão é que desde dezembro havia um vazamento dessas piscinas. Eu moro colada ao muro, eu acompanhava a água descendo”, disse a moradora do prédio Jéssica Hellen à TV Globo.

“Às 6 da manhã, acordei com as pedras batendo no meu quarto. Abri a janela, olhei para cima e falei para o meu esposo: o muro vai cair”, completou Jéssica. Os moradores saíram apenas com a roupa do corpo. O residencial Moriá teria sido atingido pela terra e restos de construções até o sexto andar – tem 12, fora os subsolos. A Defesa Civil analisa o solo e o quanto a estrutura dos imóveis foi danificada. Enquanto o trabalho é feito, a interdição continua.

Por ALCEU LIMA, Especial para o VERBO ONLINE, em Taboão da Serra

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.