Hugo Prado, em coletiva, faz balanço sobre o primeiro semestre e coloca a disposição para disputar eleição para deputado

Por Williana Lascaleia, do Parque Industrial

 

O presidente da Casa de Leis de Embu das Artes, Hugo Prado, fez um balanço positivo dos primeiros meses de mandato. Falou sobre o tempo em que foi prefeito interino e afirmou que está à disposição do partido para disputar o cargo de deputado no próximo ano, além de falar sobre a importância da imprensa regional.

Foram aprovadas 359 indicações, 18 projetos de lei complementares e 22 projetos de lei,. Dentre os projetos aprovados está um que enxugou 11 cargos de comissão na Casa fazendo com que fossem economizados R$ 400 mil ao ano e agora no final do semestre foi aprovado o plano de saúde para os servidores da Casa, pago integralmente pelo servidor e não se estende aos vereadores. No executivo destacou a criação da ROMU, do Conselho Empresarial e do Fundo Municipal do Emprego.

Prado afirmou que o primeiro semestre foi “atípico” já que assumiu a cadeira de prefeito da cidade, foi escolhido como sendo o presidente da Câmara e se casou. Destacou que o controle interno dos funcionários da Casa que foi algo que trouxe “mais transparência” aos trabalhos.

Sobre a utilização dos veículos oficiais da Casa, Hugo, foi taxativo “Cada vereador responde pela utilização de seu veículo”. Caso algum munícipe veja alguma irregularidade pode denunciar através da ouvidoria da Câmara.

“Esse um mês foi muito importante na minha vida de forma especial pela experiência que adquiri na frente do executivo e acima de tudo, mesmo em pouco tempo, conseguimos trazer algumas ações exitosas e bem aceitas pela população” afirmou Prado.

Sobre a candidatura a deputado, ignorando o nome de Geraldo Cruz na região, o presidente da Casa de Leis de Embu foi categórico ao afirmar que a cidade precisa de um representante na Assembleia Legislativa e que está a disposição para disputar as próximas eleições.

“Eu hoje faço parte de um grupo político, liderado pelo prefeito Ney Santos, e entendo que este agrupamento tenha candidato a deputado federal e estadual até que quando falamos em projeto político precisamos de representatividades em todas as esferas de poder. […] Eu entendo que o grupo precisa ter representatividade tanto na esfera estadual quanto na federal. Eu estou à disposição do grupo. Se o grupo entender que o meu nome é o nome ideal para a disputa eu estarei a disposição”, afirmou o presidente.

Sobre o trabalho do prefeito Ney Santos, Prado avaliou como positivo.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.