Prado anuncia secretariado, demissões e corte de verba para o Carnaval

Por Williana Lascaleia, do Centro

 

Na tarde desta terça-feira, 3,o prefeito interino de Embu das Artes anunciou os secretários municipais, já previamente escolhidos pelo prefeito eleito, que está foragido, Ney Santos, falou sobre o corte da verba destinada ao carnaval e sobre uma divida de mais de 200 milhões.

“A nossa prioridade é trabalhar para o nosso povo. […] A nossa cidade estamos recebendo com uma divida de aproximadamente R$240 milhões. Divida essa que corresponde a 50% do orçamente executado no ultimo ano”, afirmou Prado.

Durante a coletiva o prefeito interino, Hugo Prado, disse que fará cortes de 100 a 120 cargos comissionados e que irá cortar a verba, de R$ 200 mil, destinada ao carnaval para investir na saúde que é a prioridade do governo. Sobre o secretariado Prado afirmou que “cada secretaria tem que fazer jus a essa indicação. Em 6 meses vamos fazer uma avaliação”.

“Estamos vivendo um momento extremante delicado. Dentro das medidas que vamos tomar já neste mês vamos exonerar 100, 120 cargos comissionados. Temos que enxugar a máquina pública. Reduzir gastos! Também vamos cancelar este ano às atividades do Carnaval. Sabemos que é uma festividade, mas infelizmente neste momento não temos condições de realizar festas se a situação de nossa cidade é extremamente delicada”, disse o prefeito interino.

Prado também afirmou que “temos outras prioridades, do que equipar nosso gabinete”, já que a sala do prefeito se encontra, basicamente, apenas com uma mesa e uma cadeira, pois o governo anterior levou os moveis juntamente com o final do mandato.

Para chefe de gabinete foi escolhido Dr. Joel Mattos, para a secretaria de gestão de pessoas Pastor Marcos, Gustavo do Rancho foi o escolhido para a secretaria de Mobilidade Urbana. Léo Novais ficou com a secretaria de Serviços urbanos e Roberta Santos ficou com a secretaria de assistência social, trabalho e qualificação profissional. O jurídico ficou com o Dr. Marcelo Ergesse.

A secretaria de saúde que irá receber uma atenção especial ficou com o Dr. Jose Alberto Tarifa. Gestão Tecnologica e Comunicação ficara a cargo de Jones Donizette. A frente da secretaria de Obras estará Nelson Pedroso. Na secretaria de planejamento e meio ambiente ficou com Daniel Cassio. A secretaria de esportes estará com o Mauricio Cafu que é irmão do pentacampeão Cafu. Finanças ficou com Zé Roberto. A ex- vereadora Rosana do Arthur ficou com a secretaria de Cultura. Anderson Zonta ficou com a secretaria de Turismo. Paulo Vicente continuou com a secretaria de educação. Francisco Carlos, o Cal, com a secretaria de governo, João Ramos com a secretaria de Pro Habitação e Fernando Ferreira com a secretaria de segurança publica. A secretaria de Segurança Publica ficou a cargo de Fernando Ferreira e a de indústria e comercio com o Dr. Alcionei Miranda.

Inteligente, articulador e de raciocínio rápido Hugo durante todo o tempo evitou falar sobre a situação jurídica de Ney Santos, permaneceu a ideia de que foi eleito um grupo politico e deixou bem claro que tem a consciência de que foi eleito para trabalhar para o povo.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.