Secretário dá ‘chega pra lá’ em vice e ‘rouba’ lugar em outdoor de 59 anos de Embu

Por RÔMULO FERREIRA
Reportagem do VERBO ONLINE, em Embu das Artes

O secretário de Comunicação do prefeito Ney Santos (PRB), Jones Donizette, deu uma espécie de “chega pra lá” no vice Peter Calderoni (PMDB) e “roubou” o lugar do companheiro do chefe do Executivo em outdoor alusivo aos 59 anos de Embu das Artes, que é contratado pela pasta comandada pelo próprio Jones. O painel espalhado pela cidade com Ney e Jones, e não com o vice, gerou críticas de vereadores, principalmente por ser visto “como o pior secretário do governo”.

Na sessão na sexta-feira (16), o vereador André Maestri (PTB) observou que o colega Luiz do Depósito (PMDB) faz – esclarecer a população sobre “dúvidas” e “erros” na cobrança de IPTU – o que seria obrigação de secretário e reprovou a exposição de Jones. “O secretário lá está preocupado em atingir vereador da oposição. Está preocupado em sair em outdoor, nem respeitar o vice-prefeito este camarada respeita. Quem tinha que estar no outdoor era o dr. Peter”, disse.

André disse que Jones, com verba alta, tem de “mostrar para que serve”. “Este secretário não contribuiu com a nossa cidade até agora. Contribuiu com o quê? Ele cumpra o papel dele, ele tem R$ 13 milhões para mostrar para que serve. E não adianta dizer ‘não é [todo o recurso] da secretaria’, quem determina o gasto é ele”, afirmou. André chamou Jones – que não mora em Embu – de “forasteiro” e disse que não admitirá ter a honra atacada pelo secretário, ou “segura”.

Luiz do Depósito culpou Jones por não orientar a população sobre IPTU e valores errados. “Isso não é um erro do governo, é do secretário. Estão ocupando as pastas aqueles que não têm condição de estar nelas, nem de representar o governo, inclusive nem em sair em outdoor. É o melhor secretário quem sai em outdoor? Quem tinha que aparecer seria o nosso vice-prefeito, e não fazer promoção de secretário que é o pior secretário que tem [no governo]”, afirmou.

Luiz do Depósito defendeu “separar o joio do trigo” – exonerar maus secretários – e sugeriu que Jones quer exposição para ser candidato. Ele advertiu, porém, os secretários com pretensão eleitoral. “Se é candidato, faça o papel de trabalhar, vá para a rua, vá pedir voto, mas não use o governo”, ironizou. Curiosamente, o nome de Jones traz listas verde e amarelo. Na postagem de Jones sobre outdoor, um apoiador disse que “precisamos de um deputado federal”.

A aparição de Jones no outdoor reforçou a percepção da população de que Peter “não aparece” ou “não é visto” na prefeitura, ainda mais após saber que o médico atende em clínica contratada pelo governo para zerar fila de exames. “Um ótimo ortopedista, apenas não deve acumular função, já que foi eleito para ser vice em horário comercial, e a prefeitura funciona das 7h às 16h”, criticou uma moradora. Peter estará na Câmara neste domingo, para homenagem.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.