Vereadores organizam “marcha” em prol de melhorias na segurança de Taboão 


De acordo com o presidente da Câmara de Taboão, vereador Marcos Paulo o objetivo da manifestação é chamar a atenção do governador João Dória para cumprir compromisso com a Segurança e reforçar a necessidade da instalação de um Batalhão no município

A preocupação com a falta de equipamentos, viaturas e a deficiência no efetivo da Polícia Militar que está refletindo no aumento de violência e crimes em Taboão da Serra mais uma vez foi pauta na 25ª sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada na terça-feira, 03/09.

O presidente da Casa de Leis, vereador Marcos Paulo destacou a audiência pública presidida pela vereadora Érica Franquini, da Comissão de Segurança onde foi deliberado requerimento solicitando a instalação de um Batalhão da Polícia Militar em Taboão da Serra e pediu apoio de todos os vereadores para o ato de manifestação. “Lançamos um desafio, vamos marcar uma data, faremos uma grande caminhada, sairemos aqui da Câmara Municipal e vamos parar a BR! Lancei esse desafio, essa ideia para chamar a atenção do governador sobre a onda de violência que está acontecendo em nossa cidade, 280 mil habitantes e nós não temos um Batalhão, é um absurdo, chega!”, alertou o presidente. 

O vereador Marcos Paulo também ressaltou que a Câmara está indignada do governador não atender os pedidos. “A municipalidade tem feito sua parte, o prefeito aumento o efetivo da GCM e está contratando mais 200 servidores, mas o governador precisa fazer a sua parte e cumprir com o compromisso com os eleitores”, reivindicou. 

Segundo o presidente Marcos Paulo, será uma caminhada pela paz e pelo fim da violência. “Sabemos que não é o Batalhão que vai acabar com a violência, mas vai amenizar e trazer resultados. Jamais vamos esperar que autoridades falem contra a corporação, mas nós vereadores podemos falar e apontar o erro. Taboão está sangrando com a violência!”, afirmou Marcos Paulo. 

A data, horário e percurso da caminhada pela paz será divulgada em breve.

Por Assessoria da CMTS

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.