Taboão conta 9ª morte pela covid-19; hospital de campanha atendeu 500 pacientes na 1ª semana

Após três dias sem registrar nenhuma morte de morador de Taboão da Serra pelo novo coronavírus, a prefeitura confirmou nesta quarta-feira (15) mais um óbito pela covid-19, o nono entre munícipes. A nova vítima fatal é um homem de 88 anos morador do Jardim Taboão (região central). Ele estava internado no Hospital das Clínicas, na capital. Seis dos nove mortos residentes de Taboão tinham mais de 60 anos, o grupo de risco da pandemia.

Os munícipes que não resistiram à infecção são duas mulheres, de 84 e 73 anos, e sete homens, de 50, 77, 39, 68, 63, 43 e 88 anos. A octogenária foi a primeira morte notificada, em 24 de março. Morreram na rede privada as duas pessoas do sexo feminino e um do masculino, o de 50 anos. Os outros seis, homens, vieram a óbito na rede pública, quatro em Taboão – dois no Hospital Geral do Pirajuçara, um na UPA Akira Tada e no hospital de campanha, cada.

O boletim desta quarta-feira informa também que 91 moradores de Taboão estão com o novo coronavírus, o mesmo número do informe de ontem – não há informação quantos em isolamento domiciliar e quantos internados. Outros 172 casos estão sendo investigados para saber se a enfermidade é covid-19 – ontem, eram 161. Por outro lado, em relação a ontem, mais um caso foi descartado – no total, 120. Desde o início da pandemia, foram 392 notificações.

A prefeitura reforça a orientação de que o morador, se puder, fique em casa e não se descuide da prevenção, lave as mãos com água e sabão sempre e, se sair, use máscara. Em caso de febre, tosse ou falta de ar, deve procurar o hospital de campanha, aberto no dia 6. “Nesta primeira semana de funcionamento, foram atendidas 500 pessoas, sendo que 21 delas ficaram internadas”, disse o prefeito Fernando Fernandes (PSDB) em vídeo postado segunda (13).

“Chama a nossa atenção que 81% das pessoas têm menos de 60 anos e 52% sem qualquer outro problema de saúde, sendo muito semelhante aos números do Brasil, onde 25% dos mortos não são do grupo de risco e não têm comorbidades [doença anterior]. Esse padrão é mais um alerta para que as pessoas que não são do grupo de risco se cuidem”, afirmou Fernando, que ressaltou adotar “política de transparência” ao emitir boletins diários e orientações.

SERVIÇO
Hospital de campanha para enfrentamento ao coronavírus – covid-19 em Taboão da Serra
Estrada das Olarias, 670 (onde funcionava o Ser), Jardim Guaciara (região do Pirajuçara)
Atendimento de domingo a domingo, 24 horas

ADILSON OLIVEIRA
Especial para o VERBO ONLINE, em Taboão da Serra

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.