Taboão já registra 81 mortes pelo novo coronavírus; em menos de duas semanas, quase 30 vítimas

A prefeitura de Taboão da Serra informou nesta sexta-feira (5) que o município já registra 81 mortes por covid-19, dez em apenas três dias. Na terça-feira (2), a cidade registrava 71 mortes no total. Na quarta-feira (3), teve mais duas vítimas fatais, a 72ª e 73ª. Nesta quinta-feira (4), contabilizou mais quatro e atingiu 77 óbitos. Hoje, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou outras quatro vidas perdidas entre moradores de Taboão pelo novo coronavírus.

As dez novas vítimas de munícipes são seis homens, de 58 anos, sem informação de doença preexistente e que estava no Hospital do Servidor Público, em São Paulo; 71 (obeso, Hospital Geral de Itapecerica), 81 (sem informação de comorbidade, UPA Akira Tada); 52 (também sem comorbidade relatada, Hospital Municipal Ignácio Proença, na capital); 60 (hipertenso, Hospital das Clínicas); e de 49 anos (doença renal crônica, Hospital Geral do Pirajuçara).

As quatro mulheres que morreram são uma de 69 anos que era hipertensa e estava na UPA; 65 (doença do coração, Sancta Maggiore, na capital); 60 (diabética e também cardiopata, Hospital Intermédica ABC), e de 68 anos (depressão, HC). De 24 de março, quando se notificou a primeira morte de morador de Taboão por covid-19, a 24 de abril, o município registrou 18 óbitos. No dia 24 de maio, contabilizava 52. Em apenas 12 dias, contou mais 29 óbitos.

As 81 vítimas são 36 mulheres – de 42, 46 (quatro cada), 62 (três), 48, 60, 73, 77 (duas), 36, 40, 44, 49, 58, 65, 66, 68, 69, 61, 75, 76, 80, 84, 86, 89 e 92 anos – e 45 homens – de 49, 50 (quatro), 52, 60, 61, 88 (três cada), 74, 76, 79 (dois), 24, 37, 39, 42, 43, 47, 54, 58, 63, 64, 67, 68, 69, 70, 71, 77, 81, 86 e 89 anos. São 34 (42%) com menos de 60 (15 mulheres e 19 homens), e 47 (58%) com 60 anos ou mais (26 homens) – 16 morreram em hospitais privados e 65, em públicos.

Taboão já registrou 555 infectados, dos quais 301 já se curaram (54,2%) e 173 seguem em acompanhamento (31,2%) – os outros 14,6% correspondem às 81 mortes confirmadas. O município, que já tem 1.121 notificações, contabiliza ainda 217 casos suspeitos, mas já descartou outros 349. O hospital de campanha municipal já atendeu de 6 de abril até 4 de junho 6.035 pacientes e internou 302. Só nesta quinta-feira (4) atendeu 102 pessoas e tinha 43 internados.

No último dia 26, o prefeito Fernando Fernandes (PSDB) já alertava que “crescem o número de casos e o número de mortes”. “Estamos vendo a disponibilidade dos leitos de UTI, que são os mais preciosos, diminuírem a cada dia. [O momento] nos coloca na situação de decidir entre a economia e a preservação da vida. Nós continuamos firmes na decisão de preservar vidas”, afirmou. Ele insistiu para que os moradores fiquem em casa e se saírem usem máscara.

SERVIÇO
Hospital de campanha para enfrentamento ao coronavírus – covid-19 em Taboão da Serra
Estrada das Olarias, 670 (onde funcionava o Ser), Jardim Guaciara (região do Pirajuçara)
Atendimento de domingo a domingo, 24 horas
(atendimento a outras doenças é feito pelo Pronto-Socorro Antena)

Por ADILSON OLIVEIRA, Especial para o VERBO ONLINE, em Taboão da Serra

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.