Fim de ano com 83% de redução de vítimas fatais

Por Autopista Regis

No primeiro feriado prolongado após a conclusão das obras na Serra do Cafezal, não houve acidentes graves e fatalidades no trecho recém-duplicado.

Registro, 2 de janeiro – A Autopista Régis Bittencourt fechou o balanço da Operação Especial preparada para o período de Fim de Ano, de 22 de dezembro até a meia-noite de ontem, 1º de janeiro. Durante os feriados de Natal e Ano Novo, foram registrados 238 acidentes, com 76 feridos e uma vítima fatal. Em relação à Operação Fim de Ano de 2016, houve uma redução de 83% no número de mortes – naquele ano, foram registradas seis vítimas fatais.

 

Esta foi a primeira operação de feriados que aconteceram após a Serra do Cafezal ser totalmente duplicada e liberada ao tráfego, no último dia 19/12. No período, não houve registro de acidentes graves e fatalidades no trecho recém-duplicado. Quanto ao tráfego, apesar do aumento durante os recessos, não houve registro de pontos de congestionamento, com os túneis em operação.

 

A Concessionária preparou um esquema especial, com o reforço das equipes operacionais para atender ao aumento do tráfego, contabilizando 4.669 atendimentos prestados aos usuários no período. Do total de atendimentos, foram 2.226 ocorrências de panes em geral e remoção de veículos; e 328 atendimentos clínicos, de auxílio médico a vítimas de acidentes. Mais de 20 mil ligações foram recebidas pelo telefone de emergência da Concessionária no período, pelo 0800 70 90 116.

 

Um esquema especial de tráfego foi colocado em prática no trecho entre Itapecerica da Serra e Embu das Artes (SP), com a liberação do acostamento para auxiliar na fluidez do tráfego. A operação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Foto: Autopista Regis – Serra do Cafezal em obras

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.