Vanguardista, TS aprova lei que garante aluguel para mulheres vitimas de violência doméstica

Por Williana Lascaleia / Karla Lascaleia

Na manhã desta quarta-feira, 17, o prefeito Fernando Fernandes assinou o decreto de lei 088 que regulamenta a concessão de beneficio de auxilio aluguel às mulheres vitimas de violência doméstica em Taboão da Serra. O valor do benefico é de R$ 600,00 e pode ser extendido por no máximo por dois anos. Havaerá uma equipe multidisciplinar para fazer a avaliação e a liberação do benenficio.

“Considero muito serio a violência contra a mulher. Vemos nos noticiarios a preocupação em relaçao a este tema que tomou uma proporção muito ruim.

Já a Deputada Estadual, Analice Fernandes, autora de vários projetos visando a proteção da mulher, acredita que Taboão tem sido um modelo para outras regiões do Estado e ressaltou o trabalho da Coordenadoria da Mulher no enfrentamento a violência doméstica.

“Outros lugares do nosso estado tem se socorrido das politicas publicas que TS vem desenvolvendo. O dia de hj marca a historia da nossa cidade na direção do combate a violencia contra as mulheres. A iniciativa desta lei mostra claramente que ts esta na vanguarda das politicasd publicas de combate e fortalecimento e aumento da rede de proteção a mulher vitima de violência. Taboão da Serra tem se destacado com relação as politicas públicas.

O autor da lei o vereador Ronaldo Onishi disse que “temos ainda muito o que avançar. Essa é uma das leis mais importantes do meu mandato. Seremos vanguarda. Essa lei dará início para outras cidades seguirem nosso exemplo, porque é inconcebível a violência que as nossas mulheres sofrem diariamente”.

Emocionada a coordenadora da Coordenadoria do Direitos da Mulher, Dr. Sueli Amoedo, afirmou que por muitas vezes não tinha onde colocar as mulheres para dormir e que muitas vezes pensou em deixa- las dormir na propria coordenadoria, pois muitas corriam risco de vida. Explicou que a violencia é naturalizada e que muitos dos filhos destes lares abusivos estão, por exemplo, na fundação Casa, mas vão retornar aquele lar abusivo quando sairem de onde estão. Ressaltou o trabalho de prevenção, pois ele evitanovos casos de violência e de gasto do dinheiro publico.

“Eu estou aqui realmente emocionada. Por diverssas vezes já pensei em deixar as atendidas dormir na coordenadoria. Como você vai mandar para casa sendo que ele vai matar? É muito dificil para mim. As vezes não durmo porque penso que aquela mulher vai morrer. Trabalhamos muito contra a violência contra a mulher. A violência contra a mulher é muito naturalizada dentro da sociedade. É comum. Quando começa o projeto eles dizem mas doutora eu só dei um puxão de cabelo nela, eu só dei um empurrão. Isso é violência. Quando vou palestrar na Fundação Casa eu fico ouvindo aqueles meninos e todos eles vieram de familias abusivas. Não temos como cobrar. Eu nunca recebi um não do prefeito. Recebi questionamentos, mas nunca recebi um não ou um não faça. Tenho liberdade para trabalhar e só conseguimos avançar com muito apoio. Temos muito apoio. É importante trabalhar a questão da prevenção da violência. A violência contra a mulher rouba uma verba muito grande do municipio […] então é melhor trabalhar a prevenção”, declarou Suely Amoedo.

Para ter acesso ao beneficio a mulher precisará ter violência doméstica reconhecida por autoridade judicial, estar cadastrada na coordenadoria da mulher, comprovar residência no município ou estar alojada através de projetos oriundos de Taboão, ter renda até dois salários minimos, quem fará a liberação do beneficio será um grupo de trabalho multidisciplinar ( Coordenadoria dos Direitos da Mulher, Secretaria Municipal de Habitação e Meio Ambiente, Secretaria Municipal da Segurança e Secretaria Municipal da Fazenda) que fará a avaliação e o controle da concessão do beneficio; O beneficio tem validade de dois anos e pode ser extendido pelo mesmo periodo uma única vez.

Estiveram presentes os advogados Débora e Acácio Brito, secretários do governo e os vereadores Joice Silva e Priscila Sampaio, além do Vice- prefeito Laércio Lopes,

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.