Vereador Ronaldo Onishi aprova PL que permite a presença de doulas em maternidades de Taboão

Com foco no bem- estar da mulher, o parlamentar taboanense justifica que Doula é uma profissional que dará assessoria às gestantes com informações, apoio físico e emocional durante o período de gestação e pós parto, sem realizar nenhuma intervenção ou procedimento clínico

Com foco no bem- estar da mulher, o parlamentar taboanense justifica que Doula é uma profissional que dará assessoria às gestantes com informações, apoio físico e emocional durante o período de gestação e pós parto, sem realizar nenhuma intervenção ou procedimento clínico

Por unanimidade de votos, foi aprovado na 13ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Taboão da Serra, na terça-feira, dia 14/05, o projeto de lei (PL) 021/2019 de autoria do vereador Ronaldo Onishi, que dispõe sobre a permissão da presença de doulas durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós parto imediato, sem prejuízos do acompanhante,  bem como nas consultas exames de pré-natal, nas maternidades, hospitais e estabelecimentos da rede municipal de saúde público ou privados.

Entre as principais defesas da legislação, o vereador Ronaldo Onishi destacou que a presença da doula garante que as gestantes tenham um parto mais tranquilo e humanizado. “Há em média 4600 partos por ano e em sua maioria normal, em Taboão da Serra. A doula será uma profissional que terá condições técnicas para auxiliar às mamães no momento mágico que é o nascimento de um filho com o apoio emocional, psicológico e físico. Isso faz a diferença no nascimento do bebê”, justificou.

Segundo Onishi, a doula não participa do processo clínico e nem não pode dar diagnósticos. “A doula dá assistência, assessoria, massagem, orientação. É uma profissional que vai ajudar as grávidas em todo o processo, desde as dores das contrações até o nascimento do bebê. Mesmo que ela tenha formação na área, a função fica restrita apenas ao auxílio”, informou.

Agosto Dourado  

O vereador Ronaldo Onishi também ressaltou que a legislação prevê que anualmente no mês de agosto (Agosto Dourado) serão intensificadas as ações no município com objetivo de conscientizar a sociedade para o parto humanizado, aleitamento materno e também os esclarecimentos sobre a atuação da doula.

Deixe seu comentário - OPINE!

Seu email não será publicado.